Desafios e oportunidades para os trevos anuais

“As pastagens permanentes ocupam atualmente cerca de 60% da Superfície Agrícola Útil (SAU) em Portugal. Em muitas destas pastagens justifica-se aplicar estratégias para a sua recuperação ou melhoramento. As principais estratégias para melhorar uma pastagem são a correção e fertilização do solo, a gestão do pastoreio e, especialmente, a introdução de sementes de leguminosas anuais de ressementeira natural melhoradas e inoculadas.”

Esse artigo, da pesquisadora Teresa Carita, do INIAV, e publicado na Revista Vida Rural em março de 2021, pode ser acedido abaixo:

https://www.iniav.pt/images/publicacoes/2021/Melhorar_e_conservar_pastagens_permanentes.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.